quinta-feira, 27 de abril de 2017

Depois da ida ao Porto o que sobrou?

Cansaço, muito cansaço! No domingo, estive (sem dar por isso, é uma das magias da aquariofilia) mais de 4 horas de volta dos aquários a fazer manutenção, o que fez com que não tivesse ficado refastelado no sofá em recuperação e isso "paga-se".

A verdade é que já estou a caminho dos 35 e sou tudo, menos um atleta! Mas verdade seja dita, as viagens sempre me cansaram muito e eu, já viajei muito na vida. Por viajei entendam-se muitas vezes muitas horas fechado no carro a conduzir, tipo mais de 5 horas, pois sendo ribatejano, tirei o curso em Bragança. 

Mas voltando à ida ao Porto....


Nem me tem afectado. O cansaço é tanto, os afazeres (felizmente) são muitos que não tenho dispensado um minuto de vida a pensar no turbilhão de emoções que foi, lá ir. Se calhar é isso mesmo, as emoções têm o seu lugar no Porto e fora disso não se fazem sentir. Com o tempo irão desvanecer, mas creio que nunca irei esquecer.


quarta-feira, 26 de abril de 2017

Nova etapa aquariofílica

Bom dia, pessoal! Tudo tranquilo no "pós 25 de Abril"!? ...ok, o de 1974 foi um pouco mais agitado, compreendo. :)

Tenho umas Platys juvenis, nascidas a 12 de Março que pretendo vender. Como sabem quero-me dedicar aos Guppies prioritariamente, mas comecei com Platies e embora já tenha o meu casal reprodutor prometido, tenho agora duas posturas para "despachar".

Comecei por colocar à venda num grupo de aquariofilia cá de região, mas este tem membros de todo o país e agora tenho um rapaz da Póvoa de Santa Iria interessado em que lhas envie. Nunca fiz envios de peixes, só de objectos e comidas, creio que este é "o próximo passo". Ora, os envios por norma são feitos pelo correio. Os peixes são acondicionados em sacos, ou garrafas de 33cl, neste caso em que estamos a falar de peixes com cerca de 2cm é tranquilo, mas... os meus Guppies caros, forma-me enviados dessa forma e chegaram perfeitamente bem. No envio temos de prevenir as temperaturas, isolando o melhor possível as caixas com esferovite, o que também lhes irá conferir rigidez adicional, o que é essencial, por que no Correios as encomendas não são necessariamente tratadas com "carinho". No Inverno inclusive são usados "heat packs", sacos que vão aquecendo ao longo das horas e depois arrefecem de novo, que permitem que a temperatura no interior das caixas não seja muito baixa.

Em teoria, eu sei como tudo se procede, já ajudei a fazer envios e já vi imensos vídeos que ensinam a fazê-lo. No entanto, se puder evitar fazê-los, evito. Contudo, uma parte de mim, está desejosa de o fazer, de experimentar mais não seja para descobrir se sou capaz de o fazer correctamente. Resisde em mim a vontade de sentir a adrenalina, que vai desde a preparação das coisas à mensagem do "cliente" a dizer que chegou tudo bem. 

Veremos se não está para breve, esta nova experiência.. :) 

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Estou vivo

Mas muito cansado....

Sábado foram quase 600km a conduzir e ontem mais de 4 horas a mudar água e fazer manutenção dos aquários. Muito em breve volto cheio de inspiração.

Até já :) 

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Os fantasmas do Guppy

Não sei se os meus Guppies têm fantasmas? ...talvez quando eu me aproximo com a rede, sei lá!
Eu tenho e amanhã vou exorcizar 1531 deles. Não sei se já vos tinha contado onde vou amanhã? Na minha cabeça já vos contei mil vezes, mas o post custou a sair.

Cá vai...

Amanhã vou ao Porto. Era no Porto que nos encontrávamos, foi mais de um ano, e por muito ou pouco que seja, foi o meu namoro mais duradouro. O Porto para mim, está cheio de lembrnaças. Das paisagens onde passámos de carro, aos sítios onde comemos, onde passeámos, onde f... namorámos. Eu sou Ribatejano, ela é Minhota, o Porto foi, por muitos motivos e nenhum interessa aqui contar especialmente, o nosso "Porto" de abrigo. 

Eu já vivi uns anos para essas bandas, não me entendam mal, conhecia algumas coisas, tenho amigos por lá e fui apresentado a vários locais devido a trabalho e formação. Mas depois deste namoro, conheci exponencialmente mais. Agora é uma dor de alma que me consome, lá voltar. Se calhar ela perdeu mais do que eu, pois muitos dos locais onde estivemos, eram os "seus locais de culto" que profanámos com memórias (boas e das outras) dos tempos que não voltam. Memórias que vão dos carinhos, aos planos que juntos fizemos, as discussões, as histórias que partilhámos, tudo está a ser cuidadosamente recalcado na minha memória a muito custo e tenho medo de que amanhã saiam "da masmorra" onde as coloquei.

Pode ser que não... levo um amigo e terei o dia telegraficamente preenchido! "Fizeste de propósito" dirão alguns. "Óbvio" respondo eu. Amanhã vão dois matulões ao Porto, que juntos, pesam mais de 200kg! Já enchi um pouco mais os pneus da frente e tudo! O meu amigo é tão grande, que o banco tem de ser todo puxado atrás, agora imaginem que ele é largo também! :)

Vamos ver umas lojas de animais, fazer uns negócios pelo meio e passear. No meio disso, tenho muito com o que me distrair, mas se me conheço bem, a minha mente vai ser um reboliço jeitosos.

Faz parte. Com isto tudo, sobe a minha consideração pelas pessoas que depois de um divórcio ficaram, ou voltaram à casa onde viveram nos tempos de casado, que voltaram aos locais onde foram felizes e sobreviveram às lembranças.

Eu sei que isto passa, mas estes passos custam sempre a dar.

Fiquem a torcer por mim, pessoal. Pode ser que hajam notícias do Porto amanhã. Se tiver tempo, irei postar qualquer coisa.

De resto, desejo-vos um excelente final de semana! :) 

quarta-feira, 19 de abril de 2017

O que é feito dos "The Corrs"?

Pergunto honestamente, para além da beleza física das manas, as suas músicas são fantásticas, o que lhes aconteceu?

Ficaram assim tão ultrapassados?

Deixo-vos aqui com um dos melhores concertos de SEMPRE desta banda e da música em geral, na minha opinião. Obviamente que tenho o CD. Naqueles tempos em que juntava dinheiro e... comprava CDs. Hoje em dia tenho acesso a tanta coisa e ouço tão pouca música nova.



Saudades das manas The Corrs, por vários motivos :)


segunda-feira, 17 de abril de 2017

O título da vossa autobiografia?

Se pudessem escolher, qual seria o título da vossa autobiografia, a ser publicada depois de morrerem?

Começo eu: "Cala-te coração e deixa a boca falar"

O que é uma completa antítese, em relação à mensagem que envia, mas é o maior reflexo do meu ser, enquanto insignificante mosquito que povoa a Terra. Por exemplo, este é prái o 12º post que escrevo, enquanto evito escrever o post que quero/devia/não-devia/não-me-sai-da-cabeça/foda-se-preciso-escrever-se-não-rebento, mas estou a evitar escrever.

É sobre sábado. Oh não! ...sábado.

Preciso contar isto a alguém - e mais não digo! #1

Faz-me impressão entrar no blogue de uma pessoa, porque o meu antigo Avatar e o da minha ex, estão ali, logo à vista e lado a lado.

Era só isso.
Já sei como resolver! Yeiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii! Faz-me bem falar convosco, fico logo mais inteligente. :)