terça-feira, 24 de outubro de 2017

E dás por ti a ouvir isto...



Dos tempos em que eras um puto romântico.

Começo a sentir falta do romantismo na minha vida... o carinho, a partilha, o companheirismo e o ter uma outra pessoa sempre do nosso lado.
O sexo não chega, por isso já nem o procuro.
E é isto.

domingo, 22 de outubro de 2017

Modernices...

Ontem viajava de carro, completamente a sonhar acordado e nos meus sonhos, eu ouvia/cantava a música "Private Dancer" da grande Tina Turner.

Dei por mim a ter uma ideia rápida...

Liguei os dados do telemóvel, entrei no "Youtube", pesquisei dona Tina e puxei pela música. Mesmo que o meu telemóvel não tivesse som suficiente para competir com o autor-rádio, não me deixei rogar e cantei bem alto a rasgar os pulmões..!


Curiosamente, é a única música do mundo que eu sei cantar, imitando o timbre perto da perfeição. :)

Bom início de semana, meus amigos.

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

É tão bom ser gordo e enfardar bolos!

Hoje comi metade de uma enorme língua da sogra de sobremesa e outra metade ao lanche. Não encontro a imagem de um na Net, mas um dia destes compro outro e tiro foto - saibam vocês que dá na boa para 3 pessoas.

E 3 horas depois, no ginásio, amaldiçoei cada pedaço de bolo, o almoço e muitas das coisas que comi ao longo da vida.

Acho que ser magro, tonificado e em forma vai me matar... Ou vou tornar-me um filho da puta arrogante e mau!

Não sei se isto de ser atleta é para mim... :(

domingo, 8 de outubro de 2017

Dominador ou submisso? - porque nada mais existe...

Olá pessoal da pesada! Mas... deixemos de falar do vosso peso pós Verão. :p

Vamos falar um pouco de sexo, pois muito sexo também dói. As senhoras pensam que é só com elas que acontece, mas não. Ao homem a quem nunca doeu o pénis de tanto foder ...continue a tentar, ou mude de parceira! ;)
(repararam como escrevi "pénis", mas depois "foder"... foi uma no cravo, outra na ferradura. O resto do post, promete...)

Em relação àquilo do sexo casual. A primeira pergunta (significativa, depois das parvas da praxe) que me têm feito por estes dias, é: "És dominador ou submisso?
A sério? Infelizmente, sim... Eu sei que o livro "50 Sombras de Grey" veio mudar o mundo do sexo, mas já não se faz sexo sem essas duas figuras? Uma tem de controlar e a outra se entregar. Não há outra hipótese?
Já não há encontros sexuais, em que ambos os intervenientes tenham peso igual naquele momento? Sexo do bom, onde as coisas podem fluir e fazer o que um quer, o que o outro deixa e vice-versa.

Será que a falta de personalidade das pessoas, sobretudo das mulheres (e perdoem-me a observação, não sei se com os homens é igual, pois só vou para a cama com mulheres e por isso, não posso avaliar a outra parte) é tão notória, que deixam guiar pela merda dum livro algo tão especial, tão bom, transcendente (se for bem feito) como é a procura de um orgasmo, a partilha de intimidade (mesmo que seja com um estranho, nunca deixará de ser íntimo). 

E as pessoas estavam tão desesperadas que chegasse a merda dum livro para as definir?

Sinceramente, acho que isto já foi longe de mais, e embora algumas pessoas tenham encontrado o seu caminho no Bondage, milhões de outras andam à procura de se realizar, no sítio errado.

Personalidade, honestidade, integridade - valores em via de extinção nos tempos modernos. Mesmo no sexo, por mais casual que seja, era bom que as pessoas que fodem juntas, fazem sexo, fazem amor, o que seja que lhe chamem, não fossem vazias por dentro, pois parece-me que o estão cada vez mais e por culpa própria.

Bem hajam pessoas que não se deixam definir pelas modas :)